abc@abccoaching.com.br
(11) 98832-2756
14
abr

O anel

Quanto você vale?
– Venho aqui, professor, porque me sinto tão pouca coisa que não tenho forças para fazer nada. Dizem-me que não sirvo para nada, que não faço nada bem, que sou lerdo e muito idiota. Como posso melhorar? O que posso fazer para que me valorizem mais?
O professor, sem olhá-lo, disse:
– Sinto muito, meu jovem, mas não posso te ajudar. Devo primeiro resolver o meu próprio problema. Talvez depois.
E fazendo uma pausa, falou:
– Se você me ajudasse, eu poderia resolver este problema com mais rapidez e depois, talvez possa te ajudar.
– C…claro, professor – gaguejou o jovem, que se sentiu outra vez desvalorizado e hesitou em ajudar seu mestre. O professor tirou um anel que usava no dedo pequeno e deu ao garoto dizendo:
– Monte no cavalo e vá até o mercado. Devo vender esse anel porque tenho que pagar uma dívida. É preciso que obtenhas pelo anel o máximo possível, mas não aceite menos que uma moeda de ouro. Vá e volte com a moeda o mais rápido possível.
O jovem pegou o anel e partiu. Mal chegou ao mercado, começou a oferecer o anel aos mercadores. Eles olhavam com algum interesse, até quando o preço pretendido era informado. Quando o jovem mencionava uma moeda de ouro, alguns riam, outros saíam sem ao menos olhar para ele, mas só um velhinho foi amável a ponto de explicar que uma moeda de ouro era muito valiosa para comprar um anel. Tentando ajudar o jovem, chegaram a oferecer uma moeda de prata e uma xícara de cobre, mas o jovem seguia as instruções de não aceitar menos que uma moeda de ouro e recusava as ofertas.
Depois de oferecer a jóia a todos que passaram pelo mercado, abatido pelo fracasso, montou no cavalo e voltou. O jovem desejou ter uma moeda de ouro para que ele mesmo pudesse comprar o anel, assim livrando a preocupação de seu professor e podendo receber ajuda e conselhos. Entrou na casa e disse:
– Professor, sinto muito, mas é impossível conseguir o que me pediu. Talvez pudesse conseguir 2 ou 3 moedas de prata, mas não acho que se possa enganar ninguém sobre o valor do anel.
– Importante o que disse, meu jovem – contestou sorridente o mestre. Devemos saber primeiro o valor do anel. Volte a montar no cavalo e vá até o joalheiro. Quem melhor para saber o valor exato do anel? Diga que quer vendê-lo e pergunte quanto ele te dá por ele. Mas não importa o quanto ele te ofereça, não o venda. Volte aqui com meu anel.
O jovem foi até o joalheiro e lhe deu o anel para examinar. O artesão examinou-o com uma lupa, pesou-o e disse:
– Diga ao seu professor, se ele quiser vender agora, não posso dar mais que 58 moedas de ouro pelo anel.
O jovem, surpreso, exclamou:
– 58 MOEDAS DE OURO!!!
– Sim, replicou o joalheiro, eu sei que com tempo poderia oferecer cerca de 70 moedas , mas se a venda é urgente…
O jovem correu emocionado para a casa do professor para contar o que ocorreu.
– Sente-se, disse o professor, e depois de ouvir tudo que o jovem lhe contou, disse:
– Você é como esse anel, uma jóia valiosa e única. E que só pode ser avaliada por um expert. Pensava que qualquer um podia descobrir o seu verdadeiro valor?
E dizendo isso voltou a colocar o anel no dedo.
– Todos somos como esta jóia. Valiosos e únicos, andando pelos mercados da vida pretendendo que pessoas inexperientes nos valorizem…
(AUTOR DESCONHECIDO)

6
jan

O Empurrão da Águia

A águia empurrou gentilmente seus filhotes para a beirada do ninho.  Seu coração se acelerou com emoções conflitantes, ao mesmo tempo em que sentiu a resistência dos filhotes a seus insistentes cutucões.  Por que a emoção de voar tem que começar com o medo de cair? Pensou ela.
O ninho estava colocado bem no alto de um pico rochoso. Abaixo, somente o abismo e o ar para sustentar as asas dos filhotes. E se justamente agora isto não funcionar?
Apesar do medo, a águia sabia que aquele era o momento. Sua missão estava prestes a se completar, restava ainda uma tarefa final o empurrão.
A águia encheu-se de coragem. Enquanto os filhotes não descobrirem suas asas não haverá propósito para a sua vida.
Enquanto eles não aprenderem a voar não compreenderão o privilégio que é nascer águia.  O empurrão era o menor presente que ela podia oferecer-lhes. Era seu supremo ato de amor.
Então, um a um, ela os precipitou para o abismo…………………… E eles voaram!
Às vezes, nas nossas vidas, as circunstâncias fazem o papel de águia. São elas que nos empurram para o abismo. E quem sabe não são elas, as próprias circunstâncias, que nos fazem descobrir que temos asas para voar.
(Daniel de Carvalho Luz, Texto adaptado do seu livro Insight – volume 1)
FRASE DA SEMANA:
“Usar o poder da decisão lhe dá a capacidade de superar qualquer justificativa para mudar toda e qualquer parte de nossa vida num instante.” (Anthony Robbins)
“A pior decisão é a indecisão.” (Benjamin Franklin)
“O segredo da felicidade está em olhar todas as maravilhas do mundo e nunca se esquecer da sua missão ou do seu objetivo” (Paulo Coelho)
PAPO DE COACHING:
Essa parábola mostra como o medo pode limitar nosso potencial e o  quanto uma decisão pode mudar totalmente o rumo da nossa vida.
Percebo que a águia conseguiu olhar para dentro dela, sentiu sua missão, confiou na sua intuição e agiu…..
E você, já descobriu o privilégio de ter nascido “você”?
Às vezes “o empurrão” vem dos parentes, dos amigos, da sociedade e às vezes vem de nós mesmos….reflita sobre isso……

6
jan

Como o Coaching pode contribuir para melhor qualidade de vida no trabalho?

É muito provável que você conheça alguém que trabalhe numa empresa onde a cobrança de resultados e a pressão da chefia seja algo permanente, talvez você conheça também algum empresário que vive dizendo; “Se quiser algo bem feito, faça você mesmo” ou “Meus funcionários nunca estão satisfeitos com nada”, caso você não se identifique ou não conheça tais expressões citadas acima, acredite, elas existem!
Percebo que mais de 70% das pessoas (funcionários ou empresários) que me procuram referente ao trabalho de consultoria e de coaching chegam com estas reclamações. O engraçado disso tudo é que tanto o funcionário quanto o empresário geralmente sentem as mesmas coisas; cansaço, stress, mau humor, desânimo, sentimento de realização cada vez menor e algumas necessidades também em comum, como por exemplo: administrar melhor o tempo, melhorar a organização, criar um planejamento mais eficaz, melhorar a organização, saber delegar, saber dizer não, dentre outros. Mas a pergunta que não quer calar; “Como resolver isso?”
Bom, primeiramente gostaria de explicar o que é Coaching e a principal diferença entre Coaching e Consultoria.
Coaching é uma das profissões que mais crescem atualmente, de uma forma bem resumida podemos dizer que é um trabalho de desenvolvimento pessoal e profissional, é um processo não diretivo (não há aconselhamento), pois todos os recursos estão dentro de cada pessoa, dura em média 10 sessões onde é bastante trabalhado o autoconhecimento e os objetivos que o cliente já têm ou que queira descobrir, já a consultoria existe a diretividade, ou seja, o profissional é um especialista e ajuda na resolução dos problemas, dizendo o quê e como fazer.
Para responder a pergunta de como resolver essas insatisfações, cito um pensamento do ilustre Albert Einstein; “Não há nada que seja maior evidência de insanidade do que fazer a mesma coisa dia após dia e esperar resultados diferentes”, outro ponto muito interessante é acreditar que não podemos e nem devemos mudar o outro e sim a nós mesmos. Se o seu chefe é muito irritado ou muito exigente, uma coisa que você precisa ter em mente é que a probabilidade dele mudar é baixíssima e quando esperamos que o outro mude estamos ao mesmo tempo colocando a responsabilidade da mudança no outro e desta forma vamos entrando numa terrível zona de conforto. Quando se deparar com situações como essa pergunte a si mesmo; Quais opções eu tenho? Comece a listar e verá que tem muitas opções.
Quer ver como existe várias opções na reclamação sobre o chefe? A pessoa pode ter opção de tratá-lo de outra maneira, de pedir para mudar de setor ou departamento, de procurar um novo emprego, de conversar e alinhar as expectativas, de refletir para ver se está entregando o serviço com qualidade, só aqui citamos cinco opções, que dependem da pessoa fazer e não do outro.
Outro exemplo é quando gestor que diz que os funcionários nunca estão satisfeitos, mas será que ele sabe quais as necessidades deles? Não adianta dar um prêmio em dinheiro para motivar um funcionário se o que ele queria na verdade era um “Parabéns”, ou seja, um reconhecimento, cada pessoa é diferente da outra tendo suas próprias necessidades, sendo que a desmotivação vem de uma necessidade não suprida, por isso é importante se comunicar de forma clara e aberta, conhecer a equipe, dar e receber feedbacks, da mesma forma citada acima, perguntar a si mesmo quando estiver diante de um desafio; O que eu posso fazer de diferente? Quais opções eu tenho?
Hoje se fala muito sobre pressão no ambiente de trabalho não só para os funcionários quanto aos empresários também, mas condenar a pressão é ser vítima da situação. Já ouvimos muito falar sobre QI (quociente de inteligência), QE (quociente Emocional) e hoje em dia se fala muito sobre QA (quociente de adversidades), ou seja, como você lida com a pressão, com as adversidades do dia a dia? O quanto resiliente você é? Um grande exemplo de resiliência é a vara utilizada em atletismo, você olha para ela quando o atleta a coloca em contato com o solo, e a cada momento parece que vai quebrar, mas toda aquela carga recebida é que a faz superar o obstáculo, ser resiliente é uma qualidade, uma competência necessária nos dias de hoje.
Uma dica?
Troque do seu vocabulário a palavra “problema” por “DESAFIO”, e cada vez que se deparar com um, pergunte a você mesmo; O que eu posso aprender com essa situação? Como posso usar meus pontos fortes e qualidades para superá-lo?
As adversidades devem ser agradecidas todos os dias, pois sem elas não haveria desenvolvimento do potencial humano.
Muito sucesso para você!!!

6
jan

Desejo o Suficiente….

Há pouco tempo, estava no aeroporto e vi mãe e filha se despedindo.
Anunciaram a partida, elas se abraçaram e a mãe disse:
– Eu te amo. Desejo o suficiente para você.
A filha respondeu:
– Mãe, nossa vida juntas tem sido mais do que suficiente. O seu amor é tudo de que sempre precisei. Eu também desejo o suficiente para você.
Elas se beijaram e a filha partiu.
A mãe passou por mim e se encostou na parede.
Pude ver que ela queria, e precisava chorar. Tentei não me intrometer nesse momento, mas ela se dirigiu a mim, perguntando:
– Você já se despediu de alguém sabendo que seria para sempre?
– Já – respondi. – Me desculpe pela pergunta, mas por que foi um adeus para sempre?
– Estou velha e ela vive tão longe daqui. Tenho desafios à minha frente e a verdade é que a próxima viagem dela para cá será para o meu funeral.
– Quando estavam se despedindo, ouvi a senhora dizer “Desejo o suficiente para você”. Posso saber o que isso significa?
Ela começou a sorrir.
– É um desejo que tem sido passado de geração para geração em minha família. Meus pais costumavam dizer isso para todo mundo.
Ela parou por um instante e olhou para o alto como se estivesse tentando se lembrar em detalhes e sorriu mais ainda.
– Quando dissemos “Desejo o suficiente para você”, estávamos desejando uma vida cheia de coisas boas o suficiente para que a pessoa se ampare nelas.
Então, virando-se para mim, disse, como se estivesse recitando:
– Desejo a você sol o suficiente para que continue a ter essa atitude radiante.
– Desejo a você chuva o suficiente para que possa apreciar mais o sol.
– Desejo a você felicidade o suficiente para que mantenha o seu espírito alegre.
– Desejo a você dor o suficiente para que as menores alegrias na vida pareçam muito maiores.
– Desejo a você que ganhe o suficiente para satisfazer os seus desejos materiais.
– Desejo a você perdas o suficiente para apreciar tudo que possui.
– Desejo a você “alôs” em número suficiente para que chegue ao adeus final.
(AUTOR DESCONHECIDO)
Ela começou então a soluçar e se afastou.

“Dizem que leva um minuto para encontrar uma pessoa especial, uma hora para      apreciá-la, um dia para amá-la, mas uma vida inteira para esquecê-la”.

(AUTOR DESCONHECIDO)
EU DESEJO O SUFICIENTE PARA VOCÊ EM 2013!!!!

 

8
mar

Feliz Dia Internacional Da Mulher

As flores irradiam a glória e a beleza de Deus-Mãe, pois ela caminha sobre a Terra em cada mulher.

Mulher! Todos os grandes senhores te reverenciam no dia de hoje, pois eles nasceram do teu ventre. Mulher! Além de todos os poderes cósmicos, levas dentro de ti a semente sagrada que provê a vida. Tu és o mais belo pensamento de Deus. Teu coração é manancial de sabedoria. De teu íntimo brota a força amorosa que nutre, regenera e ressuscita.

Homem! Neste dia internacional da mulher, lembra-te que podes divinizar-te pela admiração da mulher.

• Estás aflito? Recorre à mulher. Ela é o consolo dos aflitos.

• Estás enfermo? O toque da mulher é curativo.

• Queres descobrir os mistérios da Divindade? Busca compreender o coração da mulher.

Porque quem não reverencia a mulher, fecha as portas à graça e à beleza.

Mulher! Ao olhar-te no espelho, reconhece ali a Mãe Divina! Mira-te nela! Encarna com dignidade os dons femininos de amor, fidelidade, pureza, sensibilidade, compreensão, delicadeza, generosidade, doçura, abnegação, serenidade e o dom de tudo embelezar.

Mulher! Não te deixes corromper pela futilidade e mediocridade do mundo. Aumenta ainda mais tua força, apreendendo as virtudes dos homens, mas nunca os vícios. A regeneração do mundo depende de ti, pois tens o poder de moldar o caráter de um ser, desde o teu ventre e por toda a sua vida.

Podes transformar teu lar num templo da Divina Missão de Amor. Quando defendes tua dignidade, defendes a dignidade de cada ser humano.

Mulher! Rejeita qualquer pensamento ou sentimento de rivalidade, pois isto destrói a unidade das mulheres. Caminha graciosamente, olhando sempre com admiração o teu eterno companheiro, o homem.

Mulher! Neste Dia Internacional da Mulher, dedicado a ti, todos te proclamam como a Senhora da criação e da beleza e admiram a dádiva que é ser mulher!