abc@abccoaching.com.br
(11) 98832-2756

Assessment

O que é o Apogeo?

APOGEO é um instrumento que avalia a personalidade integral. É composto por um questionário projetivo online que não permite manipulação. Avalia fatores genéticos, sociais e fatores relacionados ao desenvolvimento pessoal.

  • Com APOGEO, a empresa conhece as pessoas e, ao conhecê-las, toma decisões mais acertadas;
  • Quando utilizado para desenvolvimento, o profissional compreende a si mesmo e a maneira como ele interage com os outros;
  • O APOGEO é a solução para empresas de qualquer porte e área de atuação;
  • Reduz o turnover e os custos envolvidos no processo, evita retreinamentos e desgaste da equipe;

Aplica-se na gestão estratégica de pessoas:

  • Seleção e promoção de pessoal;
  • Desenvolvimento profissional;
  • Formação e gestão de equipes;
  • Suporte aos processos de tomada de decisão envolvendo pessoas;
  • Correlação de Perfis;
  • Cargo x Perfil;
  • Mapeamento Empresarial;
  • Desenvolvimento de Líderes: aplicação conjunta do APOGEO e um processo de Coaching;

O que se ganha com o Apogeo?

 O Apogeo direciona os RHs.

  • Na contratação: Reduz o turnover e os custos envolvidos no processo, evita re-treinamentos e desgastes da equipe;
  • Na promoção e sucessão: Apoio na tomada de decisão. Fornece os dados para administrar melhor a mudança;
  • Na formação de equipes: Composição de equipes visando o máximo desempenho. Promove a prática da comunicação eficiente;
  • Na Liderança: Conhecer o liderado, como se comunicar e o que, de fato, o motiva. Como gerir obtendo mais resultados e menos desgastes;
  • No desenvolvimento dos profissionais: Trabalha-se o que, efetivamente, pode dar retorno;

A empresa ganha estabilidade e produtividade, ganha tempo e investe melhor seu budget

COMO?

  • Com assertividade na tomada de decisão envolvendo a gestão de pessoas e gerando maior produtividade individual e em equipe;
  • Obtenção de resultados através de uma postura objetiva e acolhedora;
  • Reconhece, direciona e aproveita a liderança de cada um;
  • Seus profissionais ganham a possibilidade de alcançar o máximo desempenho;

 

APOGEO oferece o conhecimento necessário para ajudar o líder a entender e lidar melhor com as diferenças individuais.

 

Os resultados são apresentados em gráficos e indicadores fáceis de interpretar, indicando o perfil do profissional sob uma perspectiva ampla e precisa.

 

O profissional tem a chance de se conhecer e utilizar plenamente seus pontos fortes.

  • Aprende a administrar excessos, agindo com maior eficiência e credibilidade;
  • Entende como seu temperamento interfere no seu rendimento vital;
  • Possibilita buscar a melhor adequação global à vida e ao trabalho;

Na seleção, o APOGEO avalia:

  • Direção e intensidade do potencial do avaliado;
  • Objetivo pessoal, motivação e estratégia de comunicação;
  • Estilo de conduta e competências relacionadas;
  • Relação entre o potencial e a conduta e seus efeitos na performance;
  • As competências do perfil versus competências do cargo;

 

Na atuação do líder, o APOGEO indica:

  • O melhor canal de comunicação e como estimular seus liderados;
  • Como obter o melhor de cada um, sabendo o que deve evitar ao relacionar-se com o liderado;

Na formação e gestão de equipes, o APOGEO oferece:

  • Correlação dos perfis da equipe visando resultados: Perfis pares, complementares e antagonistas;
  • Distribuição de competências da equipe\empresa, aspectos fortes e carências, possibilitando a gestão adequada dos recursos humanos;

 

No desenvolvimento profissional, o APOGEO apresenta:

  • Competências fortes do perfil, competências de apoio e em oposição;
  • Gráficos com indicadores pontuais e projeção nas competências;
  • Indicador de aproveitamento dos recursos observados no perfil e possíveis abordagens  a serem consideradas em um programa de desenvolvimento;
  • Relatório de devolutiva pessoal com traços do perfil, aspectos fortes e aspectos a serem observados e evitados;

 

O APOGEO é um instrumento de diagnóstico preciso nos processos de coaching.

 

Breve histórico do APOGEO

A pesquisa do Dr. William H. Sheldon, psicólogo norte-americano, nome central na pesquisa da Psicologia Constitucional, é um dos pilares do APOGEO. O Dr. Sheldon, em seu primeiro livro “Psychology and the Promethean Will” (Harpers, 1936), sugeriu que a psicologia necessitava de um sistema para descrever as diferenças básicas entre os seres humanos e deveria se construir um método para descrever quantitativamente as variações físicas entre os indivíduos. Sheldon acreditava que, para sistematizar a ciência do comportamento humano, seria preciso uma classificação descritiva da estrutura do comportamento: a constituição física.William H. Sheldon trabalhou como pesquisador em importantes institutos e universidades norte-americanas, com destaque para as universidades de Harvard, Colúmbia, Califórnia, Oregon e para o Center for Research in Human Constitutional Variation (em Cambridge, Massachusetts).Dr. Sheldon efetuou medições do corpo e entrevistas, com o objetivo de isolar e avaliar os elementos básicos do temperamento: emoção, sensação e razão. Construiu uma metodologia para tabular as informações obtidas e estabeleceu uma fórmula comum, correlacionando aspectos constitucionais (somatotipos) com aspectos psicológicos (psicotipos).No início da década de 50, o brasileiro Dr. Bachir Haidar Jorge, médico psicoterapeuta, um dos iniciadores da psicoterapia em grupo em São Paulo, área em que atuou por mais de 50 anos, conheceu o trabalho do Dr. Willian Sheldon e passou a estudá-lo, integrando os conceitos da psicologia constitucional do Dr. Sheldon a seu trabalho clínico, obtendo bons resultados.Segundo Dr. Bachir, era impossível conhecer uma pessoa sem conhecer sua natureza (constituição), o meio onde se desenvolveu, e sem procurar entender seus esforços na busca de equilíbrio e desenvolvimento.A partir do pensamento do Dr. Bachir, nasceu outro pilar do APOGEO, o conceito da Personalidade Integral.A Personalidade Integral é composta pela influência dos fatores constitucionais, fatores sociais, meio ambiente/meio social e desenvolvimento pessoal.Para medir a influência dos fatores constitucionais, foi construído um questionário baseado nas entrevistas efetuadas pelo Dr. Sheldon sobre temperamento.Para avaliar a influência dos fatores sociais na formação da personalidade, ou persona, construiu-se um questionário baseado em uma combinação de vários conceitos, entre eles o estudo do Dr. Carl Jung sobre as quatro funções do Ego.Para medir o estágio de desenvolvimento, utiliza-se um indicador de autoconhecimento que identifica uma correlação desse indicador com aspectos da maturidade.

O trabalho de construção do APOGEO iniciou-se em 1999. Fizeram parte dessa construção: a fundamentação de conceitos e construção de mapas comportamentais; a criação de um modelo estatístico integrado a um crivo avaliador; a identificação e formatação de indicadores que representam a personalidade integral, a criação de um modelo de competências e relatórios descritivos.

O nome APOGEO vem de Ápice e simboliza a busca do conhecer a si mesmo, primeiro passo para alcançar o ápice profissional e para viver a vida em apogeu.